Tangará: Flexibilização de Vander mostrou ineficácia e números de Covid-19 disparam em 60 dias

Espalhe o amor
Foto Prefeitura Municipal de Tangará 31/12/20

Ao assumir a prefeitura em 1º de janeiro desse ano o prefeito Vander Masson do PSDB anunciou medidas de flexibilização promovendo alterações drásticas em relação às medidas que vinham sendo adotadas pelo gestor anterior, Fabio Martins Junqueira do MDB.

Flexibilizou horários e chegou a dizer em entrevista a uma emissora de televisão que os promotores de eventos como bailes e festas que aguardassem um pouco mais, pois também seriam contemplados.

As medidas da atual gestão mostraram uma total ineficiência e os números de vítimas da Covid aumentaram rigorosamente.

Nos primeiros 60 dias de mandato do atual prefeito, 59 pessoas morreram vítimas da covid. Durante todo o ano de 2020, 102 pessoas acabaram morrendo diante da doença. Em 9 meses de pandemia, do primeiro registro ao último em 31/12/2020, Tangará havia contabilizado 102 mortos.

Foto Prefeitura Municipal de Tangará 01/03/21

Esses números, do dia 1º de janeiro até a data da publicação do último boletim da vigilância já saltaram para 161 óbitos. Em apenas 60 dias, com a ineficiente flexibilização completa do atual mandatário, 59 mortes, mais da metade do número de mortes de todo o ano de 2020 em apenas dois meses de 2021.

Por Silvio Joabe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *