Pandemia: Auxílio de MT deve ser de R$ 200 por pessoa por até 4 meses

Espalhe o amor
Foto Reprodução

Pensando em socorrer as famílias mais carentes do estado, o Governo de Mato Grosso deve lançar, ainda nesta semana, o auxílio emergencial do estado, que será encaminhado por meio do Pró-Família a 100 mil famílias de MT.

Segundo o líder do Governo na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Dilmar Dal Bosco (DEM), o auxílio deve ser de R$ 200 e ter duração de até quatro meses.

“O governo está fazendo todos os cadastros já, está entrando em contato com as prefeituras, já tem uma prévia de cadastro através da assistência social para auxiliar as 100 mil famílias de Mato Grosso que precisam do auxílio. Acredito que passando esse momento de pandemia, pelo menos esses quatro meses que o governo sinalizou vai ajudar muito não só a economia mas essas pessoas que muitas vezes estão desempregadas, que não têm renda familiar e eu acho que é um auxílio, mesmo ainda sendo pouco, é o que o Estado pode auxiliar num momento difícil desses”, afirmou Dilmar, na manhã da última segunda-feira (15).
 
O projeto ainda deve ser apresentado e votado na Assembleia Legislativa mas, segundo Dilmar, a vontade do Governo é de que o auxílio seja de R$ 200 por membro da família. “Uma família com cinco pessoas que tenha comprovação de renda mínima, sem salário terá uma compensação de R$200 para cada membro durante os quatro meses que se prevê esse auxílio”, explicou.
 
Os recursos para financiar este auxílio virão da Fonte 100, ou seja, Recursos Ordinários do Tesouro que vêm de arrecadação.

 “O governo vai fazer remanejamento com toda certeza. Não sei se teria necessidade de passar pela Assembleia Legislativa, caso precisar nós, através do presidente, nos colocamos à disposição, porque se a lei realmente precisa ser encaminhada à Assembleia, o que eu acredito, porque ela é uma exclusividade no período de quatro meses, vindo para cá nós vamos dar prioridade”, garantiu.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *