Deputado requer quarentena obrigatória de 14 dias em MT. Decreto irá depender do Governo

Espalhe o amor
Foto Assessoria

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) aprovou na sessão desta terça-feira (23) um requerimento de autoria do deputado Lúdio Cabral (PT), solicitando que o governador Mauro Mendes (DEM) decrete quarentena obrigatória de 14 dias em todo o estado. A medida visa conter a proliferação do novo coronavírus.

Durante o período de quarentena deve ser determinado o fechamento de atividades não essenciais.

Para o autor do projeto, se não forem adotadas quarentena rigorosa por no mínimo duas semanas, não haverá redução no número dos casos.

Para garantir a adesão da população à quarentena, ele recomendou que o governo promova campanha de divulgação para orientar a população sobre a necessidade dessas medidas e de restringir a circulação.

O parlamentar também recomenda a revisão do conceito de Taxa de Crescimento da Contaminação, para que passe a ser calculada a relação entre a média móvel de 14 dias do número de casos novos notificados no dia da divulgação do boletim epidemiológico e a mesma média móvel de 14 dias antes, de forma a retratar de maneira mais correta a situação da pandemia.

Lúdio Cabral já havia recomendado essas medidas em ofícios ao governador no dia 21 de janeiro e novamente em 26 de fevereiro. No requerimento, Lúdio observou que o toque de recolher em vigor há duas semanas não produziu efeito na curva epidêmica.

Publicidade

Com G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *