“Dr. João pra ficar ruim, tem que melhorar muito”, avalia analista político

Espalhe o amor

Coordenador do marketing de campanhas vitoriosas em Tangará da Serra e com experiência no cenário, o analista político e comunicador Silvio Delmondes, nunca deixou de apontar suas concepções à cerca da cena política na cidade. Com exclusividade para o Olhar do Norte, ele fez uma análise da atuação parlamentar do atual deputado estadual pela região, Dr. João do MDB.

“Não há outra forma de avaliar um mandato, sem considerar o antecessor. A régua para medir o Dr. João tem que ser a mesma que medimos, por exemplo, o Wagner Ramos, que o hoje deputado substituiu na Assembleia Legislativa no que diz respeito à região de Tangará da Serra”, observa.

Para Delmondes, falta a Dr. João peso político e articulação, atributos que, segundo ele, enfraquecem o mandato do parlamentar. “Falta ao Dr. João o que sobrava pro Wagner, articulação, empenho e força política. O mandato do deputado hoje está a deriva, não tem rumo, sem direção. É de uma fraqueza absoluta. Wagner tinha uma equipe trabalhando de Tangará, até Brasnorte. Dr. João não tem ao seu lado um time de peso”.

“Wagner tinha acesso à imprensa. A exceção na época era a Record, porque eu fazia críticas ao governo e ao então deputado. Dr. João é algo raro vê-lo na mídia anunciando algo relevante pra região. Quando aparece é pra falar de coisa pífia. Sem contar que Wagner tinha passe livre com prefeitos, vereadores. Hoje vemos um deputado sem acesso aos gestores da região. Em Tangará tinha um único apoio, do Niltinho do Lanche, que ajudava muito e recebia traição como troca”, revelou Delmondes.

Dr. João do MDB completa em 2021 três anos como deputado na AL/MT. Ano que vem é ano eleitoral e ao que tudo indica o deputado tentará a reeleição.

Na avaliação de Delmondes, o deputado encontrará dificuldades. “A comparação tem que ser feita. Em uma campanha ele vai ter que prestar contas. Qual o envolvimento do deputado em ações importantes, sociais, populares? É zero. Temos que reconhecer, o Wagner sempre esteve envolvido com problemas populares, como do Antônio conselheiro, a MT que liga Tangará a Santo Afonso, sem contar que os encaminhamentos de saúde aconteciam 24h por dia. João, nem aparece no radar, dificilmente aparece na foto, quando aparece é de papagaio de pirata. Isso é representatividade?”, questiona.

“Fui o maior crítico do Wagner nos últimos 14 anos, tendo contribuído com o primeiro mandato dele e também contribuído com as eleições de Dr. João. Tenho tranquilidade para fazer colocações e cobrança para os dois, ou seja, já votei no Wagner e votei no João, mas em um comparativo em notas, para Wagner nota 7, para João nota 2. Triste de ver, se eu achava que Wagner era fraco, fraquinho, Dr. João foi e está sendo a pior decepção polícia da história da região, o homem é muito ruim, aliás, pra ficar ruim tem q melhorar muito”, analisa Delmondes.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *