Tangará: Vítima de “Muvuca” reage de forma positiva a tratamentos médicos, acorda do coma e fala com a mãe

Espalhe o amor

A farmacêutica Nádia Mendes Vilela de 33 anos, que foi vítima de uma tentativa de homicídio, na segunda-feira (28), em Tangará da Serra, pelo ex namorado, o jornalista José Marcondes, acordou do coma induzido e recebeu visita da mãe.

Segundo informações de um amigo da empresária ao site de notícias Repórter MT, Nádia teve uma melhora substancial.

A vítima que foi atingida por quatro disparos de arma de fogo efetuados pelo ex, “Muvuca”, que morreu após atirar contra a própria cabeça, teve ferimento de raspão no rosto, na mão e na região do tronco.

Na terça-feira (29), os médicos começaram a retirar a sedação de Nádia para ver como seria sua reação e então, ela acordou.

A informação ainda dá conta que a mãe da empresária teria conversado com ela por alguns minutos. Nádia segue sua recuperação e o quadro de saúde é considerado estável.

Ela ainda tem um projétil alojado no peito, outro no abdômen e deve passar por nova cirurgia. A data do procedimento ainda não foi marcada.

Além disso, um procedimento deverá ser realizado para a ‘reconstrução’ de uma das mãos da paciente, que teve o membro dilacerado ao tentar se defender de um tiro à queima-roupa.

Relacionamento tóxico:

Pessoas que conheciam o casal relataram o relacionamento conturbado que a vítima teve com Muvuca. A motivação do crime seria o fato dele não aceitar o fim do namoro.

O caso segue em investigação pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher e deverá ser arquivado devido ao fato de Muvuca ter vindo a óbito no dia do crime.

Com: Repórter MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *