Tangará: Gestante que se recusou a receber vacinas morre em decorrência de COVID-19

Espalhe o amor

Uma gestante de 26 anos morreu na noite de ontem, quarta-feira (02), em Tangará da Serra em decorrência de complicações causadas por Covid-19.

A vítima que estava gestante de oito semanas, teria se dirigido até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no início da tarde reclamando de dores abdominais, mas apresentava um quadro clínico estável. Segundo Fabrício Queiroz, coordenador da Vigilância Epidemiológica, a paciente teria se recusado a receber doses de vacinas imunizastes de COVID-19 e também contra Influenza, informação registrada em prontuário.

“A paciente estava na enfermaria e se recusou receber quaisquer dose dos imunizastes. Deu entrada com dor abdominal e ao fim da tarde apresentou melhora na dor abdominal, mas uma piora dos sinais hemodinâmico, teve um rebaixamento e abriu um quadro de parada cardiorrespiratória. Foi feito todo o procedimento de ressuscitação, mas infelizmente houve o óbito.”

Fabrício frisou que a importância da vacina, uma vez que a doença tende a ser branda em pessoas imunizadas.

“Temos duas epidemias dentro da epidemia, a epidemia dos vacinados e não vacinados. Em pessoas vacinados a doença tende a passar de forma mais branda, a não ser que o paciente tenha comorbidades severas. Já em o comportamento da doença preocupa, inclusive este ano presenciamos idosos imunizados que se recuperaram enquanto jovens não vacinados com idade de 20 e 27 que morreram.” Finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *