Tangará: Mulher motorista de aplicativo é vítima de assalto e se finge de morta para sobreviver

Espalhe o amor

A mulher identificada como Márcia Angola, que atual como motorista de aplicativo em Tangará da Serra, foi vítima de um assalto regado à requintes de crueldade que aconteceu por volta de 01h da madrugada deste sábado (24.07)

Segundo o major Henrique da Polícia Militar, Márcia pegou a corrida para o bairro Barcelona, solicitada por 4 (quatro) homens que logo ao adentrarem no carro, anunciaram o assalto e dominaram a vítima, assumindo o controle do veículo e seguindo sentido MT 480.

A mulher foi torturada e espancada durante todo o trajeto. Ao chegaram na ponte do Rio Sepotuba, os bandidos tentaram matar a vítima que se fingiu de morta após ter sido enforcada pelo bando. Jogada no rio, os 4 elementos tomaram rumo ignorado levando o veículo e os pertences da vítima.

Márcia Angola, bastante machucada, ao perceber que os bandidos haviam ido embora, saiu em busca de ajuda e acionou a polícia.

A Polícia Militar ao receber a informação, entrou em ação, fechando o cerco aos assaltantes e conseguiram ter êxito na recuperação do veículo roubado e na prisão de 3 (três) dos 4 (quatro) suspeitos.

Na fuga, houve troca de tiros e os bandidos ainda bateram o veículo roubado. Um dos bandidos foi baleado e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h). Os outros dois elementos presos, foram conduzidos para a delegacia de polícia e ficarão à disposição da justiça. A identidade dos bandidos não foi revelada divulgada, mas segundo informações um deles seria foragido da justiça e havia um mandado de prisão em aberto contra o mesmo, expedido em Guarantâ do Norte – MT, pelo crime de tráfico de entorpecentes.

A polícia agora, está a procura do meliante que conseguiu se distanciar do bando e fugir na hora da troca de tiros.

Márcia Angola, foi levada para o hospital e seu quadro clínico inspira cuidados. Ela divulgou um vídeo com o rosto todo inchado devido as pancadas que recebeu no assalto.

Com: SouNews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *