Tangará: Professores se manifestam e pedem vacinas antes do retorno de aulas presenciais

Espalhe o amor

Uma carreata promovida pelos professores da rede pública de ensino foi realizada como forma de chamar a atenção das autoridades e também da sociedade para a necessidade de vacinas e melhores condições sanitárias nas escolas, antes do retorno das aulas presenciais.
O movimento garantiu que o retorno dos profissionais da educação às atividades só acontecerá caso as solicitações de saúde e segurança sejam atendidas.
“Os profissionais da educação precisam retornar às aulas, porém diversas unidades de ensino não apresentam as condições que garanta a segurança nesse período de pandemia, com alto risco de contaminação. Nós entendemos que não é o momento de voltarmos com as atividades. Que se mantenha o bom senso, aguardem mais uns dias e garantam as condições de trabalhos.” Alegou Francisca Alda de Lima, presidente do SINTEP-Tangará.
Além da garantia de condições adequadas, os profissionais acreditam que sem vacinação, voltar as atividades presenciais seria o mesmo que cometer uma chacina.
“Não há o que se falar em retorno às aulas presenciais sem a vacina. O retorno sem ela pode nos levar à uma chacina. Nós precisamos de bom senso nesse momento. Os professores estão se organizando para voltar de acordo com as condições necessárias, sem elas (os professores), não retornarão.” Finalizou Francisca.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *