Com índice de vacinação em 51% fala de Gilberto Figueiredo serve de carapuça para Tangará

Espalhe o amor

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, criticou municípios que estão centralizando e gerando lentidão na vacinação contra a Covid-19, entre eles, inclui-se Tangará da Serra, com pífios 51% de índice de vacinação, ou seja, das mais de 8 mil doses de vacina recebidas, a cidade aplicou apenas pouco mais de 4 mil. Tangará contabiliza hoje (terça-feira, 06/04) 196 mortos pela COVID-19, conforme revelou o boletim diário da vigilância.

No domingo (4), levantamento nacional apontou Mato Grosso como o estado que menos vacinou sua população, com 5,6%, ou 264.998 doses aplicadas. De acordo com o secretário, o Sistema Único de Saúde (SUS) é referência em aplicação de imunizantes de forma célere.

“Temos expertise no SUS para vacinar muito mais do que estamos fazendo. Mato Grosso tem mais de 800 salas de vacinas, portanto não há necessidade de ficar centralizando”, disse o secretário. “Nós temos que dar capilaridade e velocidade para a vacinação. A vacina tem que estar no braço das pessoas e não estocada, aguardando um dia especial para fazer”, emendou.

Boletim desta terça-feira (06.04)

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *